Entretenimento

O que fazer no Dia das Crianças em João Pessoa

out 12, 2017 Redação

Quer garantir muito mais que presente neste Dia das Crianças? Em João Pessoa vai ter programação o dia todo. O evento ‘Dia de Brincar e ser Feliz’, que será realizado das 14h às 18h desta quinta-feira (12), no Parque da Lagoa Sólon de Lucena, no Centro é uma das primeiras atrações.

Toda a estrutura foi montada nesta quarta-feira, como palco principal na Praça da Esplanada e os brinquedos infláveis, que ficarão em toda extensão do Parque e serão gratuitos. Além do Parque da Lagoa, outros espaços estarão disponíveis para garantir a alegria das crianças, como o Parque Arruda Câmara e a Estação Cabo Branco.

Lagoa

No Parque da Lagoa, a criançada terá acesso gratuito a 16 brinquedos fixos (casinhas de madeira, balanços, gangorras, tirolesa, escorrego) e 20 infláveis (tobogãs, pula-pula e cama elástica). Além disso, o Parque conta com 12 praças, ciclovia, pista de cooper, pista de skate e área para esportes radicais, com slackline e parede de escalada. As crianças poderão participar ainda de oficinas de desenho, maquiagem artística e receber lanches e água gratuitamente, além de distribuição de salgadinhos Pippo´s e picolés da Casitus.

A partir das 15h, no palco montado na Praça da Esplanada, o público poderá curtir o show da banda Castelo Encantado, que traz um repertório de temas infantis da atualidade, cantigas de roda e também sucessos dos anos 80. Em toda extensão do parque, personagens do universo infantil estarão disponíveis para tirar fotos com as crianças. Também será realizado o sorteio de dezenas de bicicletas infantis.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) estará com uma ambulância e duas motolâncias disponíveis para garantir o atendimento de saúde ao público. Elas estarão estrategicamente estacionadas na entrada principal do Parque da Lagoa, no final da Avenida Getúlio Vargas. Também haverá suporte dos agentes de cidadania do Parque, além do efetivo da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e do Corpo de Bombeiros.

Foto: Luiz Vaz

Bica

O Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica) preparou seus espaços para receber um grande número de visitantes, realizando planejamento e manutenção geral, para dar maior segurança, diversão e conforto para os visitantes do local. As trilhas são uma excelente opção para curtir o feriadão. Também estarão disponíveis jogos infantis, como ‘Amarelinha’, ‘Jogo da velha’ e ‘Jogo da memória’.

Quem for ao Parque Arruda Câmara poderá contar ainda com parquinho infantil, extensa área para piquenique, como também com quiosques para lanches e opções de passeios em pedalinhos, triciclos e trenzinho. A Bica está situada na Avenida Gouveia Nóbrega, s/n – Róger, e é aberta das 8h às 17h (bilheteria até as 16h). O ingresso custa R$ 2,00 por pessoa (crianças com até sete anos e idosos acima de 65 anos não pagam).

Estação Cabo Branco

Neste dia 12 de outubro, a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano, preparou uma programação especial. Haverá piquenique na área externa, desfile de cosplays, distribuição de pipoca, algodão doce, piscina de bolinhas, brinquedos infláveis e pula-pula, espetáculo infantil Memórias da Emília, no auditório da casa, apresentação cultural do Boi na Loca e sorteio de brindes para garotada. A entrada também é gratuita.

Foto: Leandro Santos (Coletivo PB)

Espaço Cultural

A programação, que tem início às 13h, se estende até as 18h, oferecendo uma tarde inteira de atividades lúdicas e educativas ao público infantil.

Este ano, o evento terá show com a Carroça de Mamulengos. A programação contará com diversas atividades acontecendo simultaneamente em diversos pontos dentro do Espaço Cultural José Lins do Rego, em Tambauzinho.
A Feirinha de Domingo terá uma edição especial para o Dia das Crianças. A programação também terá espaço para jogos eletrônicos e oficina de musicalização. Além disso, há as opções de sessões do Planetário, Estação Ciências, Cine Banguê e Coro Infantil da OSPB.


A abertura dos portões será às 13h. Em seguida, tem Contação Giracontos, a partir das 14h. O grupo fará contação de história na Biblioteca da Fundação Espaço Cultural José Lins do Rêgo (Funesc).


A programação segue com a Companhia de Teatro Boca de Cena, que – a partir das 15h – fará a apresentação de um espetáculo de teatro de bonecos no Mezanino 2. A Frente Trovadora – grupo do Brejo paraibano – entra em cena a partir das 16h (também no Mezanino 2), com muita música, dança, poesia e brincadeiras.


Oficinas – O Espaço da Criança contará com diversas oficinas. Das 14h às 17h, vai rolar oficina de Circo/Recreação, com malabares, perna de pau, mágica, recreação. Também está programada uma oficina de Cinema – no mesmo horário, sobre pequenos formatos.


A Oficina de Artes Visuais terá aula de desenho para a criançada – entre 14h e 17h. E das 14h às 15h, a opção é a oficina de Dança Canguru. Também na área de dança, tem duas oficinas de Dança de Rua, das 14h às 15h, voltada para bebês, e às 16h (voltada para crianças maiores, no Teatro de Arena com o grupo Looney Tunes Crew).
Os amantes de Histórias em Quadrinhos poderão participar de a oficina ‘Personagens dos Gibis’, das 14h às 17h, na Gibiteca Henfil. O show de encerramento será com a Carroça de Mamulengos, a partir das 17h, no Teatro de Arena.

Carroça de Mamulengos – A Carroça de Mamulengos é uma trupe itinerante, de formação familiar, que há 40 anos viaja o Brasil apresentando sua arte. Formada por brincantes, atores, músicos, bonequeiros, contadores de histórias e palhaços, a família Gomide já alcança sua terceira geração. Pais, mães, filhos, netas, noras e genros vivem o desenvolvimento de uma arte que dialoga com a cultura popular do Brasil e do mundo.

O grupo reúne em seu repertorio as seguintes montagens: O Benedito (1980), Mamulengo é Terno Divino (1981), O Palhaço Alegria (1982), Barraca da União (1984), A Engenhosa Historia da Vida (1990), Os Quatro Elementos (1992), Historias de Teatro e Circo (1996), Afilhados do Padrinho (2002), Felinda (2010), Pano de Roda (2012), e Janeiros (2015).

A Carroça de Mamulengos é um grupo familiar que em cena, se reúne para “brincar”. São bonecos gigantes, palhaços, pernas de pau, mágicas e canções que trazem a lembrança de um Brasil rico, profundo e alegre. São artistas que vivem exclusivamente para sua arte, celebrando a riqueza cultural e a simplicidade do povo brasileiro.